5 Dicas para você ler todos os livros que deseja ou tentar


Foto: www.espalhafactos.com

Curtir páginas no facebook de editoras é muito útil sabia? Além de ficar informada dos novos livros que estão sendo lançados a todo momento você também pode ver dicas que elas disponibilizam, o post abaixo foi uma dica dada pela editora Rocco, eu amei porque me vi exatamente na situação em que o autor dita e resolvi postar aqui para que mais gente como eu saiba o que fazer para conseguir ou tentar ler todos os livros da sua fila haha, eu assumo que tenho muitos mas sempre que vejo um que eu quero muito ler eu compro independente do tamanho da minha fila >< Então vamos lá. 
Todo leitor sofre deste drama: nunca ter tempo suficiente para ler todos os livros que deseja. E, como a gula literária costuma ser grande, ainda compra mais, mesmo não tendo lido todos os que possui. Fora os que ganha… Fora os que pode pegar emprestado de amigos e bibliotecas. Fora os e-books. Enfim, forma-se uma abundância de títulos disponíveis que fascina e apavora!
Como dar conta de ler os clássicos, mas também os contemporâneos? De ler (e reler) nossos autores preferidos, mas também buscar novas referências? Como conciliar leituras obrigatórias e escolhas pessoais? Afazeres do cotidiano e momentos de lazer? Como arranjar tempo para tudo isso, se a vida é uma só, meu Deus?!
Calma. Respire. Não se desespere. Essa crise de agonia é normal, e não só em relação à literatura. O ser humano é insatisfeito por natureza. Mal realizou uma meta, já está pensando na próxima. É dessa maneira que acabamos levando a vida: de objetivos em objetivos. Afinal, se não houvesse mais nada a conquistar, se já tivéssemos lido todos os livros, visto todos os filmes, vivido todas as experiências, o que nos restaria?
Diferente dos romances, a vida não tem começo, meio e fim definidos. É um ciclo sempre interrompido e incompleto, que tentamos preencher com sentimentos, pensamentos e ações. Estamos sempre em movimento, sentimos uma necessidade íntima de permanecer ativos. Para isso, convivemos com outras pessoas, compartilhamos momentos, adquirimos conhecimento e maturidade, entramos em contato com os outros e com nós mesmos ao longo do tempo.
Voltando à estante infinita de livros, a lógica é a mesma: sempre teremos mais e mais títulos para ler, uma leitura leva à outra, uma indicação puxa a outra, um autor se associa com outro… Infinitamente. A princípio, parece absurdo, e não dá mais nem vontade de continuar, pensando no círculo vicioso que não se acaba. No entanto, vendo pelo lado positivo, podemos pensar na riqueza que essa variedade nos dá, e na feliz possibilidade de passar de um título a outro e de aprender e fruir o máximo possível dentro dos limites do impossível.
É claro que sonhamos em parar o tempo para terminar de devorar aquele livro que nos consome ou, melhor ainda, para pôr todas as nossas leituras em dia (e o mesmo serve para o exercício da escrita). Mas o tempo é impiedoso e não permite pausas. Cabe a nós sabermos nos organizar.
Portanto, aqui vão algumas dicas para você otimizar a sua leitura (confesso que também tentarei segui-las):
1)      Não corra contra o tempo. Qualidade é, sim, melhor que quantidade, sempre. Uma leitura atenta e profunda vale mais do que uma leitura ligeira e superficial. Mantenha seu próprio ritmo e vá em frente!
2)      Eleja suas prioridades. O que você mais tem necessidade de ler no momento? Adote um critério, seja vontade, objetivo profissional ou pessoal, e procure segui-lo.
3)      Concilie a leitura com seu tempo disponível. Não se force a ler um romance enorme se você sabe que não terá muito tempo livre naquela semana. Assim você acabará se desgastando e corre o risco de não aproveitar bem a leitura. Se está sobrecarregado de tarefas, procure leituras mais leves e mais rápidas, como poemas e contos. Deixe o romance enorme para quando tiver mais tempo. Ele não vai fugir.
4)      Adquira referências. Se a sua sede por cultura é insaciável, meus parabéns! Mas conforme-se: não podemos saber tudo sobre tudo. Por isso, é importante que tenhamos certas referências, mesmo sem conhecer a fundo o assunto. Ler autores ou textos críticos que citam outros autores e outras obras é um modo de conhecer, ainda que parcialmente, outras referências, que podem ser buscadas caso se queira aprofundar no tema.
5)      Procure variar. Busque novos autores, novos gêneros, novos estilos. Amplie seus horizontes literários. Como eu já disse, não podemos saber tudo sobre tudo, mas podemos procurar ter uma noção mais ou menos ampliada de cada coisa, isto é, uma visão global e crítica.
Agora, se nada disso der certo e você resolver adotar seus próprios métodos, ou não adotar nenhum e permitir-se a liberdade do acaso, relaxe. Não existe fórmula para a boa leitura. Apenas leia, o máximo que conseguir, da melhor forma que puder. No seu tempo.
                                                                                          Nicole Ayres Luz

Fonte: http://homoliteratus.com/ 





3 comentários:

  1. Adorei! Suas dicas são ótimas. Participei de uma maratona literária recentemente, e quase não consegui terminar, pois como você diz, qualidade és sempre melhor, não queria correr e atropelar a leitura, mas consegui ler todos os livros no tempo estimado ^^
    Suas dicas são ótimas e seu blog é lindo! Beijos!
    http://www.gramatifiquei.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tatiana as dicas não são minhas eu encontrei e rebloguei aqui, pode observar que no fim do post tem o nome da autora e a fonte rs. E muito obrigada pelos elogios, espero que volte mais vezes. beijoos.

      Excluir