Textos: Malas prontas




Chega uma fase da vida que temos que corta definitivamente o cordão umbilical e seguir em frente caminhando com nossas próprias pernas. É a minha hora chegou, e eu não imaginava o quanto difícil seria me desgarrar da minha família e amigos,seguir em frente e enfrentar uma mudança total. Não morar mais com os pais, só ver as pessoas que amo e estou acostumada a conviver de 15 em 15 dias, ir morar em uma cidade onde o clima é diferente do que eu estou habituada, onde só conheço poucas pessoas. Mas eu não reclamo, vou feliz. Feliz porque vou em busca da realização dos meus sonhos, e esse é apenas o primeiro passo, feliz porque sempre tive e continuo tendo o apoio dos meus pais em minhas decisões, afinal sair de casa, da minha zona de conforto e ir pra um desconhecida requer tomar uma decisão difícil. Caramba como vou sentir saudades da comida da minha mãe, das broncas diárias quando não faço algo direito, vou sentir saudades de pertubar a minha irmã só pelo prazer de ver ela irritada comigo, fazendo caras engraçadas que me matam de rir, vou sentir saudades da minha cama, do meu quarto quase sempre desarrumado, de zoar meu pai pelo bigode que ele tem e que acho muito engraçado, saudades dos meus amigos, mas dos verdadeiros os que não me abandonam nunca, que estão sempre do meu lado me ajudando e me apoiando no que eu preciso sem hesitar, daqueles que transformaram minha lágrimas em sorrisos, que me fizeram sentir dores a barriga de tanto rir das idiotices que fazem, dos que me chamam burra quando faço algo errado só pra me alertar, não me refiro apenas aos amigos da minha idade, falo também dos adultos que estão sempre a me aconselhar com suas experiências de vida. Saudades dos conhecidos que eu sei que com um pouco mais de contato podem virar grandes amigos. Minha mudança não é um adeus, é um até logo nos veremos nos fins de semana que eu estiver por aqui. Peço a todos que gostam de mim, que torçam pelo meu sucesso, que orem por mim e peçam a Deus bençãos e mais bençãos nessa nova etapa da minha vida. Acho que não preciso marcar ninguém aqui, cada um sabe a importância que tem em minha vida, e o quanto os amo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário